Walking Dead morre semana que vem

Mas como um bom Zumbi, ela voltará.

Personagens de The Walking Dead

Elenco principal da 1ª Temporada

Não me lembro de uma série que tenha chegado tão despretensiosamente e tenha conquistado tanto sucesso em tão pouco tempo. Com seus apenas seis episódios (o último vai ao ar hoje), a série foi adotada pelos nerds, talvez um pouco carentes de programas de qualidade desde o cancelamento de programas como Lost e Battlestar Galactica.

Baseado nos quadrinhos de Robert Kirkman e produzido por Frank Darabont para o não muito conhecido canal AMC, a série alcançou níveis muito bons de audiência, tendo inclusive o privilégio da estréia no Brasil ocorrer apenas algumas horas após a exibição nos states. Apesar dos problemas na exibição aqui no Brasil pelo canal Fox, o seriado parece ter caído nas graças do público tupiniquim.

Robert Kirkman e Frank Darabont

E todo esse sucesso é justificado. Diferente de séries de canais mais tradicionais como Fox e Warner, onde mesmo temas mais pesados como crimes e mortes são abordados de uma forma mais light, os produtores não tiveram medo de carregar no gore (tradicional no caso dos filmes clássicos de zumbi) e no drama. Havia tempo que eu não conseguia me emocionar ou me sentir chocado assistindo a uma série de TV. A abordagem de The Walking Dead é direta e realista (do ponto de vista de uma ficção sobre um apocalipse de zumbis). Não há concessões ou finais felizes desnecessários. Tem uma semelhança com produções da HBO por exemplo, mas mesmo assim com um sentimento diferente. Espero que o roteiro bem amarrado não se perca neste último episódio, pois existem diversas pontas soltas que precisam ter um desfecho.

Capa

Capa do número 1 da HQ

O único problema é que a série teria apenas os seis episódios citados acima. Porém, logo após a excelente estréia, uma segunda temporada foi garantida pelos produtores. Talvez todas as pontas soltas que citei acima fiquem para serem resolvidas nesta nova temporada.  Quem sabe elas já tenham sido pensadas para serem dessa forma…

No entanto, nem tudo são flores no caminho dos zumbis. Alguns fãs da HQ reclamaram na internet que o episódio cinco começou a desviar um pouco demais a estória da linha geral que vinha sendo seguida (que era bem fiel a HQ). Além disso, foi noticiado que toda a equipe criativa de roteiristas foi demitida. É realmente preocupante que uma série com tanto potencial (e tão recente) já enfrente problemas. Contudo, a segunda temporada de The Walking Dead só estréia em outubro de 2011, o que significa que os produtores terão tempo para definir que rumo tomar.

Pessoalmente, torço que o episódio final desta primeira temporada seja tão bom quanto tudo o que a série apresentou até agora e me deixe faminto por mais assim como um zumbi esfomeado por cérebros frescos. O duro vai ser agüentar até outubro.

Caso você não tenha medo de spoilers, segue uma espiada no último episódio desta temporada, liberada pelos próprios produtores:

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestEmail this to someoneShare on Tumblr
This entry was posted in Entretenimento and tagged , , , , , , , , , , . Bookmark the permalink.

8 Responses to Walking Dead morre semana que vem

  1. Kazz says:

    Como assim “tão despretensiosamente”? Uma das HQ’s atualmente mais famosas, a série já veio prometendo horrores.

  2. Cleiton Pereira says:

    Sair do Roteiro da HQ pode ser um tiro no Pé, pois a HQ está indo muito bem!
    Mas o pior é esperar até Outubro pela 2ª temporada!

  3. Marvim says:

    Poxa dude. Concordo q e uma boa serie com qualidade e liberdade de tv fechada, e veio num momento muito bom ja q zumbis estao em alta. Mas nao e lost. E nao é dexter …… Tem aquele ar de misterio cool q lost tinha, mas se continuar seguindo a linha da hq nao vai ser exatamente misterioso o desdobrar dos acontecimentos… E em questao de personagem, plz, nao sao nem 30% doq tinhamos/temos com os outros 2 ja citados .

    Estou torcendo pela serie. Tenho um soft spot por zumbis ( o cerebro, if you know what i mean ) e acho importante pras pessoas se acostumarem com a possibilidade de um apocalipse zumbi. Mas potencial heros e flashfoward tmbm tinham, a diferença ate agora e q walking nao decepcionou.

    Bom post anyway

  4. Izumi says:

    Fazer pequenas modificaçoes na série nao tem problema. É outra mídia e isso se faz necessário pra n se tornar algo previsivel, mas isso que fizeram no ep 5 foi uma palhaçada. Já começaram a fazer menção a um suposto virus no quinto episodio da primeira temporada! Nem nos quadrinhos que já está lá na frente ainda temos informaçoes de como td isso começou e eles ja querem inventar moda? Tao indo com muita sede ao pote.

  5. Urso says:

    6 episódios por ano??? ai vc me mata. Esta série está ótima mas se for pra esperar até dezembro de 2011 para ver 6 episódios vou deixar essa série esquecida até terem todas as temporadas completas.

  6. Tiago says:

    Muito bomo texto. Só nos resta agora torcer para que a série continue no mesmo nível de qualidade. É sentar e esperar.

  7. Cara, o texto foi bem escrito mas eu quero acrescentar algumas informações.
    A série não está passando por problemas pois dos 6 episódios da primeira temporada, somente 2 poram feitos por roteiristas da própria série. A grande aposta de Frank Darabont são os freelancers, aposta muito usada pelas séries européias. Outra coisa, a equipe não foi demitida, o Deadline foi precipitado na informação, os únicos demitidos foram: Charles “Chic” Eglee, Dark Angel e The Shield. Chic é um roteirista do mais alto grau, não queria ser o “segundo em poder” e decidiu simplesmente sair. Mas no resto foi uma boa matéria, tenho uma teoria para o desvio de história também mas isso fica pra próxima, rsrsrs. Um grande abraço.

  8. VictorPinto says:

    tipo eh o final da 1° temporada ñ sua morte!!!
    A segunda eh no prox ano em outobro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *